quinta-feira, 18 de agosto de 2011

A batalha silenciosa

Fazemos tantas coisas sem considerarmos a questão do tempo ao levantarmos pela manhã e ao mesmo tempo nos mostramos negligentes em agradecer ao Eterno pela bênção de estarmos vivos e prontos para servi-Lo. A reflexão abaixo, de Yanki Tauber, mostra que a nossa oração de agradecimento por estarmos vivos e podermos levantar a cada manhã, não demora mais que alguns segundos, mas, apesar disso, sem perceber acabamos, muitas vezes, fazendo e organizando tudo ao nosso redor, menos orar a Deus: Modê Ani L'fanecha Melech Chai V'Kayam sh'he'chezarta Bi Nishmasi B'chemla raba Emunasecha” Uma oração curta, mas com significado incalculável: “Eu Te agradeço Rei Vivo e Eterno por teres restaurado minha alma dentro de mim, Tua lealdade é grande”.
Lembremos que o Eterno, Bendito seja Ele, não despreza aquele que tem um coração quebrantado e contrito.
Ben Baruch

A batalha silenciosa

Uma fria manhã de inverno, quando a escuridão esconde as horas e a noite parece ainda começar. A neve no solo, o vento assobiando aqui e ali, galhos delineados na sombra, às vezes batendo no telhado.

Você está na cama, seu sentido de alarme em ponto morto: ele não mais ataca sua consciência, mas sua mente permanece alerta. E assim começa o debate para levantar. É uma batalha silenciosa, realmente, uma miscelânea – quase uma luta para coordenar as palavras na cabeça. De repente, sem aviso, seus pés tocam o chão – quanto mais frio, mais depressa você sente que se moveu

Modê Ani L'fanecha
Eu Te agradeço

Você se senta à sua mesa; todos os utensílios estão ali, como os instrumentos do médico antes da cirurgia. O livro está aberto, os cartões de anotações arrumados, o marca texto ao alcance, a caneta aberta em cima das anotações. O computador está ligado, o programa aberto e você até já escreveu o título. O browser já encontrou uma dezena de páginas da rede a serem navegadas para apoio, informação e pesquisa.
Mas o comentarista no rádio tem algo interessante. E o ícone "você tem e-mail" está piscando.
Talvez seja importante, portanto logo você está lendo – até relendo – e-mails, piadas, trivialidades, pedidos, etc. Só para entrar no espírito da coisa, para clarear a mente. Um novo e-mail está vindo – um "spam". Surpreendentemente, você o deleta sem sequer olhar, fecha o programa e começa a digitar. A reportagem flui. Com certeza precisará de revisão, mas você espera ansiosamente até por isso – o trabalho o rejuvenesceu.

Melech Chai V'Kayam
Rei Vivo e Eterno

As roupas de uma semana esperam para ser lavadas, os pratos da última reunião noturna – e alguns que sobraram do Shabat – precisam ser lavados. O chão precisa de uma esfregada. Os livros têm de ser espanados. Há um cheiro de mofo no banheiro – está na hora do desinfetante – para não mencionar os pedacinhos de pasta de dente em volta da pia.

Mas manhã de domingo, o café está pronto, e o jornal está à sua frente – as revistas em quadrinhos e as palavras cruzadas. Você se senta com o café, um pedaço de bolo e um lápis. Só quinze minutos até começar o dia.

Uma hora e meia depois, você ainda está empacado no 15 Vertical. A quarta xícara de café está quase fria e aquele segundo pedaço de bolo é uma tentação. Você sentado ali, a mente passeando do 15 Vertical até a pia e dali para o telefone.

E então você está na lava-louças, arrumando as vasilhas na bandeja.

Sh'he'chezarta Bi Nishmasi B'chemla
Por teres restaurado minha alma dentro de mim

Você precisa marcar aquele compromisso. Precisa telefonar à sua tia. Precisa fazer a ligação. Precisa comprar os mantimentos, comparecer à reunião, fazer uma revisão no carro, chamar o pintor. Tantas pequenas coisas, tantas obrigações que, ignoradas, adiam os minutos da vida.

Raba Emunasecha
Tua lealdade é grande

Caridade, tefilin, velas de Shabat, comida casher, mezuzá, micvê, livros judaicos, estudo de Torá, visita aos doentes, receber convidados, honrar os pais.
A preguiça é um insulto à alma.

Yehuda ben Tema disse: "Todos devem, pela manhã, dominar sua inclinação, como um leão, despertar de seu sono perante a luz da manhã para servir a seu Criador." E isto não leva mais do que alguns minutos…

Yanki Tauber
Fonte: Chabad

Nenhum comentário:

Postar um comentário